• Missão

    Promover a transparência, a probidade, a integridade e a boa gestão de recursos públicos, bem como prevenir e combater toda forma de corrupção, objetivando a transformação dos cidadãos em agentes de mudança para uma sociedade mais justa, ética e democrática.

    Leia Mais
  • Visão/Valores

    Uma sociedade livre de corrupção em que prevaleça a justiça, a paz e a probidade.
    * Transparência
    * Ética
    * Seriedade
    * Probidade
    * Igualdade
    * Comprometimento.

    Leia Mais
  • Destaque

  • Destaque

Últimas Notícias


Daltan Dallagnol convida Amarribo

Amarribo Brasil recebe convite do Procurador da República Deltan Dallagnol

A Amarribo Brasil recebeu um ofício do Procurador da República Deltan Dallagnol(foto ao lado) , convidando a entidade a participar e indicar nomes para a composição do Comitê de Curadoria Social que acompanhará a constituição de fundação privada para o investimento de fundos arrecadados pela Lava Jato, que orça no valor de 2,5 bilhões. A administração desse fundo será feita por uma Fundação de Direito Privado, no prazo de 18 meses. O valor de 2,5 bilhões já se encontra depositado. 
 
O fundo prevê medidas para salvaguarda  e para fortalecer a transparência, integridade e independência da fundação, bem como permitir a ampla participação da sociedade na sua gestão, incluindo a fundação de um Comitê de Curadoria Social(CCS), a ser formado por membros indicados por entidades como a Amarribo Brasil, que foi uma das escolhidas.
 
“Temos a honra de solicitar a essa reconhecida entidade da sociedade civil, com ampla experiencia na gestão de recursos em favor do interesse social, a indicação de nomes para comporem o referido Comitê de Curadoria”, disse Daltan Dallagnol
“A Amarribo Brasil se sente lisonjeada com o convite, pois é uma prova do reconhecimento da entidade no combate à corrupção e na transparência com o dinheiro público, no país”, disse Lorival Verillo Presidente da Diretoria Executiva da entidade.

BIOMETRIA – OBRIGATÓRIO

Comissão Processante

Amarribo protocola na câmara, pedido de Comissão Processante(CP) contra prefeito.

A Amarribo Brasil ingressou no Legislativo de Ribeirão Bonito, na manhã desta quinta(7) com um pedido de abertura de uma Comissão Processante(CP) pelo fato do Prefeito Francisco José Campaner(PSDB) ter se  utilizado de recursos públicos contratando a revista “A Força do Interior”, que passou a circular em dezembro de 2017, reportagem cujo o conteúdo, claramente evidencia sua promoção social.

Ficou claro, para a Amarribo, o teor da matéria que, sem sombra de dúvida visou, exclusivamente promover a pessoa do prefeito municipal, violando os princípios da impessoalidade, moralidade que são devidos ao Administrador Público, comprometendo os cofres públicos com essa exposição pessoal.

A entidade havia protocolado no Ministério Público da comarca  essa denúncia que foi prontamente acatada pela promotora Drª Marcela Bechara. Um Inquérito Civil(I.C.) foi instaurado pela representante do MP, que concluiu pela responsabilização do Denunciado, diante da prática de atos de Improbidade Administrativa, pelo enriquecimento ilícito e pela violação aos princípios da administração pública.

Registra-se que o Inquérito Civil(I.C.), avançou para uma Ação Civil Pública em sentença proferida pelo juiz titular da comarca de Ribeirão Bonito, Victor Trevizan Cove.

Caberá agora aos nove vereadores do Legislativo de Ribeirão Bonito avaliarem a referida representação atuando dentro da prerrogativa que lhes foram outorgadas.

Prefeito Cassado em 2008 – Registra-se que o então prefeito Rubens Gayoso Junior(PT) perdeu o seu mandato em março de 2008,  por fato semelhante, tendo a câmara da época afastado o chefe do executivo por 6 votos a 2 e uma abstenção. O  atual prefeito Chiquinho Campaner(PSDB) que na época era vereador, foi  um dos que votou pela cassação. Outro vereador que tem cadeira na atual legislatura e que também votou favoravelmente pela cassação do prefeito Gayoso, é o vereador Eraldo Chiavoloni(DEM)

Foto: Blog do Ronco